D. A. de Biblioteconomia UFPE

Abertas as inscrições para o programa EubranexII

Estão abertas as inscrições ao programa EubranexII. Os alunos poderão fazer a inscrição no site www.eubranex.de. As instituições que participam do consórcio são: Czech Technical University in Prague, Universidad de Sevilla, Université Libre de Bruxelles, Wroclaw University of Technology, KTH Royal Institute of Technology, École Centrale de Nantes, École Centrale de Paris, Universitá degli studi di Trento, Technische Universität München.
De acordo com a distribuição, a UFPE receberá de uma a duas bolsas de estudo. Mais informações no link http://www.eubranex.de/index.php?id=45 ou na Cooperação Internacional, pelo telefone (81) 2126.8006, secci@ufpe.br.
Fonte: ASCOM/UFPE

28 de Novembro de 2009 Posted by | Não classificado | | Deixe um comentário

Intercâmbio na Holanda é tema de palestra no auditório da reitoria da UFPE

A Coordenação de Cooperação Internacional da UFPE e o Nuffic Neso Brazil (órgão representativo do ensino superior holandês no Brasil) promovem a apresentação “Estude na Holanda” no auditório João Alfredo, na reitoria da Universidade, próximo dia 19 (quinta) às 15h. A palestra é gratuita e voltada para alunos de graduação e pós-graduação. Serão apresentados os programas de bolsas e o sistema educacional holandês.

Fonte: ASCOM/UFPE

18 de Novembro de 2009 Posted by | Não classificado | | Deixe um comentário

Em intercâmbio, alunos adquirem conhecimentos

A aquisição de conhecimentos e a possibilidade de viver novas experiências têm motivado, a cada ano, mais e mais estudantes a participar de programas de intercâmbio estudantil por meio de convênios da UFPE com universidades de vários países. A Coordenação de Cooperação Internacional (CCI) atende os estudantes orientando sobre os diversos programas bilaterais. O resultado é bem positivo: de 1999 a 2009, a Universidade enviou ao exterior 956 estudantes e recebeu outros 510 alunos estrangeiros na modalidade intercâmbio. No caso dos intercambistas estrangeiros, eles podem passar de um mês a um ano na UFPE, enquanto os alunos da Universidade podem cursar um ou dois semestres letivos nas universidades estrangeiras. O curso que mais recebeu alunos na UFPE foi Ciências Biológicas (35, até o ano passado) e o curso de Direito aparece com o maior número de alunos enviados ao exterior (84, até 2008).

Atualmente, a Universidade oferece quatro tipos de intercâmbio: acordos entre instituições de ensino superior, com isenção das taxas de matrícula; Projeto Erasmus Mundus, da União Europeia, que disponibiliza as bolsas EBW, EBW II, ECW, ISAC, Eubranex, Start Up e Emundus 17; o programa Bolsas Luso-Brasileiras (dez por ano); e projetos bilaterais, através da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Ensino Superior (Capes).
As oportunidades e o prazo de inscrição para os programas são divulgados por meio de notícias no site da UFPE, no Boletim de Notícias produzido pela Assessoria de Comunicação e nas páginas da Ascom e da Cooperação Internacional no Twitter. Após a realização da inscrição, caso os alunos tenham dúvidas, devem se dirigir à CCI, ligada ao Gabinete do Reitor. A unidade é chefiada pela professora Suzana Monteiro e funciona no prédio da Reitoria, no 1º andar (salas 265 e 266). A Cooperação atende ao público às segundas, quartas e sextas, das 8h às 12h e das 14h às 17h. Como os semestres letivos nas universidades europeias começam em fevereiro e setembro, para viajar no primeiro semestre, o aluno deve se inscrever em julho do ano anterior, enquanto o estudante que pretende iniciar a vida acadêmica no exterior no segundo semestre deve se inscrever em fevereiro do mesmo ano.
A UFPE promove reuniões para orientar os intercambistas, brasileiros e estrangeiros. No dia 12 de agosto, foi realizado encontro no auditório da Reitoria para orientar os brasileiros sobre os procedimentos no exterior. No dia 14 do mesmo mês, foi a vez dos estrangeiros serem recepcionados. Na ocasião, o reitor Amaro Lins destacou a importância do intercâmbio na vida acadêmica e pessoal dos alunos. Eles se mostraram muito entusiasmados com a nova experiência acadêmica, como Cecilia Cimadure, de Lyon, na França, estudante de Pedagogia. Melina Carvalho Pereira, aluna de Psicologia da UFPE, irá passar seis meses na Universidade do Porto, em Portugal. “O intercâmbio é uma experiência muito válida em todos os sentidos. Você tem a oportunidade de conhecer outra maneira de ensino, outros enfoques.”
Entre as exigências dos programas de convênio de intercâmbio estão: a integralização de, pelo menos, 40% do curso e a proficiência na língua do país a que se destina. É necessário apresentar aprovação no teste do respectivo idioma (Delf intermediário, no caso da língua francesa; Dele intermediário, no caso da língua espanhola e Toefl ou Ielts para países de língua inglesa). “Normalmente, as seleções são feitas através do mérito acadêmico. Então, o aluno tem que buscar manter seu histórico o melhor possível, ter a melhor média geral possível. Além disso, se preparar com outro idioma, já que só se consegue bolsas de estudo comprovando proficiência no idioma”, aconselha a professora Suzana Monteiro.

19 de Outubro de 2009 Posted by | Não classificado | | Deixe um comentário

Intercâmbio do Erasmus Mundus abre inscrição para bolsas de estudos na Europa, no Paraguai, no Uruguai e no Brasil

O Erasmus Mundus External Cooperation Window Lote 17 (Emundus17) está com inscrições abertas desde o último dia 1º e até o dia 15 do próximo mês, para bolsas que englobam Universidades Européias, do Brasil, do Paraguai e do Uruguai. O Emundus17 é um programa de cooperação institucional e mobilidade no âmbito da Educação Superior que promove o intercâmbio bilateral de estudantes e pessoal acadêmico, com mais de 20 instituições integradas nesta parceria de Educação Superior.
Podem participar do programa os candidatos procedentes dos países que formam a parceria, pertencentes aos seguintes níveis acadêmicos: graduação, mestrado, doutorado, pós-doutorado e pessoal acadêmico. São elegíveis todas as áreas de estudo das universidades parceiras, com prioridade para os seguintes campos: agronomia, educação, formação de professores, engenharia, tecnologia, ciências médicas, ciências naturais e ciências sociais. Os candidatos sulamericanos realizarão seu período de mobilidade em alguma das universidades européias do consórcio. Já os beneficiários europeus realizarão em alguma das universidades sulamericanas sócias.
Grupos Alvo – No Brasil, no Paraguai e no Uruguai, são três grupos-alvo. O primeiro abarca estudantes e pessoal acadêmico de uma das universidades pertencentes à parceria, incluindo todos os níveis acadêmicos. No segundo grupo, ficam os naturais destes países, que estejam matriculados ou que tenham obtido uma titulação numa instituição de Educação Superior do país que não participa da parceria. Inclui mestrandos e doutorandos.
No grupo 3, ficam os naturais em situações particularmente vulneráveis, por razões políticas, econômicas ou devido a deficiências físicas. São indivíduos com estatuto de refugiado ou exilado; que provem ter sido objeto de expulsão de uma universidade por motivos de raça, etnia, religião, ideologia política, gênero ou orientação sexual; ou que pertençam à população indígena ou a deslocados internos visados por uma política nacional específica. Neste grupo incluem-se graduandos, mestrandos e doutorandos.
Períodos de Mobilidade e Benefícios – Os beneficiários do Brasil, Paraguai e Uruguai poderão realizar os intercâmbios com uma duração de: 10 meses para graduandos, 19 meses para mestrandos, 6 a 24 meses para doutorandos, 6 meses para doutorandos e 1 mês para pessoal acadêmico. Apesar das mobilidades individuais estarem programadas para começar no dia 1º de abril de 2010, a maioria das mobilidades serão iniciadas em agosto de 2010. Em qualquer caso, a data limite para iniciar as mobilidades individuais é dia 1º de setembro de 2010.
O Emundus17 cobre os gastos de viagem e seguro obrigatório dos beneficiários mais uma contribuição mensal de: mil euros para graduação e mestrado, 1,5 mil euros para doutorado, 1,8 mil euros para pós-doutorado e 2,5 mil euros para pessoal acadêmico. Além deste benefício, a participação neste programa garante o reconhecimento mútuo dos créditos cursados nas universidades parceiras.
A iniciativa é coordenada pela Universidade de Santiago de Compostela, na Espanha, e financiada pela Comissão Européia, com um orçamento de quase 3,5 milhões de euros.

Mais informações
http://www.usc.es/emundus/lot17/

Fonte: ASCOM/UFPE

19 de Outubro de 2009 Posted by | Não classificado | | 2 comentários

Embaixada dos EUA seleciona jovens líderes brasileiros para intercâmbio cultural

A embaixada dos Estados Unidos seleciona 18 universitários brasileiros para participar da terceira edição do “Programa de Estudos sobre os EUA para Jovens Líderes do Brasil”. O programa de imersão cultural de cinco semanas tem o objetivo de proporcionar aos participantes uma compreensão mais ampla dos EUA e, ao mesmo tempo, reforçar a capacidade de liderança destes jovens. Todas as despesas do programa são cobertas pelo Departamento de Estado Americano. A viagem será no dia 20 de janeiro de 2010.

Para participar do intercâmbio, os candidatos devem comprovar fluência em inglês através dos exames de proficiência, TOEFL ou TELP, devem cursar até o terceiro ano de qualquer curso superior em uma universidade brasileira e devem estar engajados em atividades comunitárias.

As inscrições para o programa acabam no próximo dia 30. Os interessados em participar do processo de seleção devem preencher o formulário no site: www.usembassyprograms.org.br.

Os 18 alunos selecionados terão cursos nas áreas de história e cultura americana, e também participarão de trabalhos com as comunidades nos EUA. Eles também visitarão Washington D.C. e outras cidades como parte do intercâmbio.

Mais informações
www.usembassyprograms.org.br

Fonte: ASCOM/UFPE

11 de Outubro de 2009 Posted by | Não classificado | | Deixe um comentário